Canabinóides mais importantes

Canabinóides mais importantes

Até hoje pesquisadores já identificaram mais de 421 elementos químicos, sendo 63 tipos de canabinóides diferentes que exercem influência específica dentro do organismo de cada pessoa.

Independente de qual seja o uso da cannabis, social ou medicinal, algumas substâncias encontradas na erva possuem maior ou menor participação no efeito desejado. São os famosos canabinóides. Vamos conhecer os mais famosos?

CBD X THC
CBD X THC

THC (TETRAHIDROCANABINOL)

Tetrahidrocanabinol, o mais conhecido dos canabinóides por seu efeito psico ativo, pode proporcionar alterações fisiológicas (frequência cardíaca, pressão arterial, boca e garganta seca, aumento do apetite, dentre outros) e comportamentais (relaxamento, euforia, percepção do tempo, humor, etc…).

Saúde: por ter atuação no sistema nervoso central, o THC se liga a receptores canabinóides que todos nós possuímos (CB1 e CB2) e pode contribuir na amenização de dor crônica, de espasmos musculares causados por esclerose múltipla, além de reduzir náusea e vômitos causados por quimioterapia.

CBD (CANABIDIOL)

O Canabidiol não possui efeito psicoativo, mas em sua forma isolada já demonstrou evidências que possui efeito fisiológico pronunciado, promovendo relaxamento e efeito sedativo. Com isso seu efeito terapêutico é amplamente discutido pois promove melhora em uma série de doenças como epilepsia, artrite reumatoide, Parkinson, insônia dentre muitas outras.

CBN
CBN

CBN (CANABINOL)

O Canabinol possui efeito psicoativo de menor intensidade isoladamente, mas quando em companhia de outros canabinóides, por exemplo, potencializa os efeitos do THC, causando a famosa “leseira” (torpor) e baixa sedação. Também potencializa os efeitos do CBD, aumenta seu efeito sedativo, já demonstrou potencial no tratamento da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) e na proliferação de algumas bactérias resistentes a antibióticos.

THCA X THC
THCA X THC

THCA (ÁCIDO TETRAHIDROCANABINOLICO) 

O THCA não possui propriedade psicoativa, talvez por isso seja menos conhecido, mas pesquisas recentes começam a se aprofundar cada vez mais em suas propriedades que vem demonstrando maior valor medicinal. O THCA surge através da oxidação do THC (através do aquecimento da erva e da secagem das flores da cannabis), talvez por isso explique o porquê do uso da maconha ser mais comum através do fumo ou vaporização, o que gera aumento na concentração do THC.

Quer conhecer mais sobre os outros canabinóides?

Dê um salve nos comentários e abordaremos outros canabinóides e seus papéis que podem contribuir para melhora de seu estado mental ou físico!

Fontes: http://www.unitedpatientsgroup.com/blog/2014/04/11/thc-thca-cbd-cbn-the-chemicals-in-cannabis/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3570572/

X
Add to cart