A influência da indústria farmacêutica na legalização da cannabis

A influência da indústria farmacêutica na legalização da cannabis

Olá Banzer!

Você sabe que a indústria farmacêutica exerce grande influência na economia mundial e consequentemente na política e nas leis. Isso não é novidade para ninguém, certo? O que também não é segredo, é o lobby que a indústria farmacêutica sempre fez. Principalemente contra a legalização do uso medicinal (e também do recreativo) da cannabis. Tudo isso, com o propósito de proteger seus interesses em detrimento de possibilidades que melhorariam em muito a vida das pessoas.

Nos EUA, em estados onde a legalização do uso medicinal já aconteceu, só para exemplificar, observou-se uma queda de aproximadamente 11% no uso de medicamentos prescritos.

Um órgão acadêmico chamado The National Academy of Science, mantém um controle de doenças que podem ser tratadas com a utilização da cannabis e quase todas essas doenças representam uma fatia grande do bolo das Big Pharmas.

Dentre as doenças onde a cannabis passa a ser uma alternativa/ concorrente de medicamentos sintéticos estão: glaucoma, dor crônica, alguns distúrbios do sistema nervoso central, stress pós traumático, ansiedade, distúrbios do sono e náusea e vômitos provocados pela quimioterapia.

De fato, as Big Pharmas são incrivelmente poderosas e lucrativas em todo o mundo. Nos EUA, ao longo de 3 anos, estima-se que elas perderam US$ 18.5 bilhões na substituição de seus produtos. Pode-se pensar que essa quantia seja impactante. Mas a legalização da cannabis para fins medicinais em contraste com a atual receita da indústria, representaria muito pouco. Por consequência, não iria realmente balançar o império dos laboratórios farmacêuticos.

Pense nisso! Banzai!

Eco Shoulder Bag
Eco Shoulder Bag
X
Add to cart