Preciso dar um tempo na maconha. E agora, rola abstinencia?

Preciso dar um tempo na maconha. E agora?

Salve Banzers da Consciência Iluminada por Jah!

Então quer dizer que por algum motivo, você vai precisar dar um tempo no banza… talvez uma viagem, um trabalho, uma fase da vida…sei lá! Algo que vai mudar sua rotina drasticamente (e pelo poder de Jah, vai valer o esforço!). Mas que você vai ter que encarar tudo isso careta.

Para começar a tranquilizar, não é nem de perto comparável ao mesmo processo de largar o consumo do tabaco, álcool e outras drogas.

Quem já passou por isso, sabe como é enfrentar a bad dos primeiros dias. Aquela irritação do nada e alguns desconfortos que vão durar um certo tempo. Mas quem gosta daquele cafezinho a toda hora para fazer o cérebro funcionar e tiver que parar por algum motivo, vai experimentar sintomas bem parecidos.

Pessoas que fumam maconha ocasionalmente, ou aquelas que fumam quantidades elevadas apenas por um curto período, não sentem tanto os efeitos da abstinência.

SINTOMAS DA ABSTINÊNCIA

Os mais característicos são insônia e mudanças de humor. Mas a lista de sintomas característicos da abstinência são: ansiedade, fraqueza, excesso de suor, cansaço, náusea, dor abdominal e disforia (que é um sentimento de insatisfação e incômodo constante).

“Os sintomas de mudança de comportamento e humor, geralmente são de intensidade leve e moderada. Iniciam-se após 2 dias da interrupção e cessam após 2 a 4 semanas aproximadamente”, disse o pesquisador da Universidade de Washington e autor do estudo “Substance Abuse Rehabilitation”, Roger Roffman.

Uma hipótese cientificamente aceita do porquê isso ocorre é que com o consumo frequente de maconha, existe um desequilíbrio ou uma dessensibilização dos receptores endocanabinóides CB1 em nosso cérebro. Sendo bem grosseiro no exemplo, é como se nossos receptores endocanabinóides estejam chapados há muito tempo. E esse período de abstinência dá a eles a oportunidade de dar aquela encaretada. O tempo de duração do processo e a intensidade dos sintomas, varia de pessoa para pessoa.Banner Stoned Collection Dr. Banz

Muitos já passaram por isso e se essa for a sua vez, não veja com maus olhos. Enfim, não entre nessa com a vibe ruim, aproveite o conhecimento do seu próprio corpo e mente que será adquirido. Aprenda a entender o que acontece durante o processo, conheça mais sobre você, afinal tudo é crescimento e aprendizado!

E sem falar que depois de um tempo sem fumar, o primeiro banza da volta é algo quase cósmico, sensacional!

Banzai!

Fontes:

https://www.leafly.com/news/health/cannabis-withdrawal-syndrome-ease-symptoms
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5414724/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4747417/

X
Add to cart