Arte Cannábica: Pipes & Bongs de Sibelle Yuksek

Sibelle Yuksek: arte cannábica em Pipes & Bongs

A cena cannábica respira arte Sibelle Yuksek!

  • Arte Cannábica: Pipes & Bongs de Sibelle Yuksek

Por onde passamos, em diversas cidades, países, onde quer que seja, constatamos um fato: a maconha une as pessoas!

Esse sentimento coletivo de pertencer a uma cultura e um lifestyle é alimentado pelas diversas formas de arte. Seja pela música, pela culinária, pela good vibration das pessoas e pelo ARTESANATO!

Só para exemplificar, a arte de soprar vidro acompanha o lifestyle cannábico desde sempre. De simples pipes até os mais elaborados bongs! Mas com a chegada da cannabis ao mainstream, alguns jovens artistas surgem com força na cena e mostram peças realmente impressionantes!

Uma delas é a artista baseada em Los Angeles/USA, Sibelle Yuksek (@sibelley), que de fato usa influências de sua obsessão por comics e games japoneses, sua experiência com yoga e condicionamento físico, somados à sua formação em ilustração de moda, para criar delicadas ilustrações naturalísticas de interpretações de corpos femininos, que também funcionam como pipes!

A artista se refere a suas peças como suas “pequenas mulheres” e cada peça certamente possui sua própria personalidade e um senso de movimento dentro do inanimado. Pernas longas, braços esticados, costas arqueadas, transmitem vivacidade à peça. Um de seus trabalhos mais complexos (levou mais de 40 horas para finalizar) é de uma figura feminina armada com uma metralhadora, envelopada das costas até a barriga, que parecem ter saído de uma mangá japonês!

“Eu quero me aproximar do conceito de belas artes: clássico, fresco, novo! Gosto de pensar que além de objetos de arte, eles também têm uma funcionalidade. Quando as pessoas começam a manusear a peça e de repente percebem a total funcionalidade de minhas peças, é um atrativo surpresa!”, disse Sibelle.
“A ideia não é objetificar o corpo feminino e sim elevar a presença das mulheres numa cena tão emergente”.

Sibelle Yuksek estudou artes na Virginia Commonwealth University, onde se apaixonou pela arte de soprar vidro, dali partiu para a fabricação de joias e esculturas. “Tive muita influência boa, muita gente de talento que me incentivou a entrar na cena. Um dos meus mentores, @2_stroke_glass, foi quem me mostrou como usar meu talento em arte cannábica! Na Neptune Glasswork, refinei todos os pequenos detalhes que cercam a arte em vidro”.
Banner Stoned Collection Dr. Banz
Mas foi apenas quando se instalou na Califórnia que se encontrou no mercado. A artista revela que seu grande dilema é: as peças devem ser funcionais ou artísticas?

“Algumas pessoas compram minhas peças para fumar, outras compram para decorar suas casas e um terceiro grupo que usa seus novos itens de decoração para fumar! E eu adoro todos eles!”.

Enfim, e você, curtiu esse novo estilo de arte cannábica?
Guardaria na estante como peça de arte ou sem dúvida daria aquela ripada nesse pipe super style?

Banzai @sibelley !!!

Fonte

X
Add to cart