Dr Banz - B-Real Monster Buds

B-Real Monster Buds, the game!

Salve Banz Gamers !!!

Mais um grande nome da música empreende no mercado canábico e empresta seu nome a um novo produto. Estamos falando do vocalista do grupo Cypress Hill, B-Real!

Em parceria com outras duas empresas, B-Real lança o game B-Real Monster Buds. Totalmente inspirado no lifestyle, na representatividade e principalmente pelo ativismo canábico roots da lenda do hip hop.

Os gamers poderão trabalhar junto com o rapper para se tornarem os “melhores jardineiros” da cidade, e assim, poderão investir seus lucros nas operações de cultivo e prosperar seu império canábico!

Visualmente, o game tem gráficos distintos e bem autênticos. Além disso, ele possui efeitos e trilhas sonoras especialmente selecionadas para os 25 diferentes estágios em diferentes ambientes com um estilo bem comic book.

Entre algumas das diversas atrações do B-Real Monster Buds, o gamer poderá:

  • Plantar, cultivar e melhorar incríveis strains;
  • Colecionar cards, ferramentas e personagens especiais;
  • Ajudar B-Real a descobrir seu alter ego, Dr Greenthumb;
  • Tomar o título de melhor jardineiro da cidade, o Dr Potassio;
  • Conectar com seus amigos no Facebook;
  • Participar de eventos do game;

A plataforma possui grandes planos, de tal forma que no futuro B-Real quer trazer amigos e convidados especiais para aparições exclusivas no game.

Esse lançamento mostra, acima de tudo, a força do empreendedorismo cannábico que começa a descobrir cada vez mais oportunidades em segmentos nunca imaginados, pela força do movimento e da cultura 420 em países onde a legalização já ocorreu.

Enquanto negócios são criados, oportunidades aproveitadas e empregos gerados, ainda vivemos um cenário repleto de preconceito e hipocrisia no processo de legalização que ainda estamos debatendo.

BANZ-ai!

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag

Fonte: Leaf Mobile Launches ‘B-Real Monster Buds’ in Partnership With B-Real of Cypress Hill (420intel.com)

Dr Banz - Cryptobuds Zanon

Cryptobuds: o NFT game para construir o seu império canábico!

Salve Digital NFT Banzers!

A novidade é que existe um NFT game para fãs de cripto e ganja que permite que você construa seu cannabis business do zero, cultivar strains raras, enquanto participa de um mercado bem competitivo!

Mas o que são NFTs?

Um NFT (Non Fungible Token) é um ativo digital armazenado numa tecnologia blockchain, que de fato não pode ser facilmente trocado e é associado a um certificado de autenticidade.

Recentemente as transações envolvendo NFTs cresceram exponencialmente, permitindo que usuários possuam obras artísticas, imóveis e até momentos em vídeos.

Entretanto, NFTs como qualquer outro ativo, podem ser vendidos ou comprados de acordo com flutuações do mercado, o que torna o mercado extremamente interessante para os colecionadores digitais.

*No mercado canábico brasileiro, o querido artista Zanon já entrou nessa nova era e tem um pack de NFTs canábicos à venda em sua plataforma, confira e prestigie a arte brasileira!

Em breve, o game Cryptobuds será disponibilizado, com um visual retrô, uma estética nostálgica graças ao seu design 8 bits. E com um senso de humor chapadex.

O game se inicia quando o primeiro pack de cards com recursos é comprado. Cada card contém um recurso que você precisará para iniciar o cultivo da sua strain: semente, solo, água e técnicas de cultivo e instalações apropriadas.

Em contrapartida, cada recurso possui uma designação de sua importância ou relevância que revela seu valor no game.

A combinação de recursos utilizados, vai determinar a raridade da strain produzida, o que mostra que o Cryptobuds será uma excelente forma de ter uma coleção digital, possuir um investimento NFT e aprender cada vez mais sobre cultivo, strains e banza!

Esperamos o lançamento do game e certamente torcemos para a hipocrisia não ser nojenta o suficiente para querer criminalizar o cultivo digital da ganja!

BANZ-ai!

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag

Fontes: 01 e 02 e 03

Dr Banz - 4 dicas para evitar a MAROFA

4 dicas para evitar a MAROFA

Salve Banzers Marofentos!

E quem nunca teve problema em casa com aquele cheirinho gostoso de maconha que muita gente insiste em não gostar?

A famosa MAROFA é motivo de preocupação para quem fuma em casa (ou outros ambientes fechados) e acaba por incomodar os vizinhos que muitas vezes não são tão compreensivos.

Mas para evitar stress desnecessário que sempre acaba cortando a brisa e dificultando o convívio com a vizinhança careta, separamos 4 dicas para você evitar a marofa, incomodar o menos possível e curtir o ritual na paz, como deve(ria) sempre ser:

01. Use vapes!

Na possibilidade de usar um vaporizador, utilize. Vaporizadores permitem um consumo discreto e produzem pouco ou nenhum cheiro. Esses aparelhos aquecem a ganja e não produzem combustão, gerando de fato, uma “marofinha” menos intensa.

02. Incensos e Odorizadores!

Aqueles odorizadores de ambiente em spray (aqueles que ficam no banheiro quando o intestino trabalha sério demais) podem ser uma opção, mas muita gente não curte pelo perfume muito acentuado.

Os incensos já salvaram muita gente (essa sua risadinha de canto revela que você também já foi salva/salvo!) e tem um perfume muito mais suave que as latas de spray, além disso energizam, purificam e perfumam o ambiente!

03. Banzar no chuveiro!

Aquela sessão quase aquática no banheiro, ajudada pelo vapor do chuveiro (alguns ainda pingam uma gotinha de shampoo para perfumar) para muitos é a única chance de uma sessão sem interfonada do vizinho na sequência.

04. Pipoca (queimada) ?!?

Aqui a apelação é total. Queimar pipoca é basicamente trocar um futum pelo outro. Cheiro de pipoca queimada vai permanecer no ambiente por horas, às vezes por até um dia ou dois. Na sincera, entre marofa de banza e de pipoca queimada…..mil vezes a do banza!

Infelizmente ainda vivemos às margens da legalização e curtir suas escolhas livremente ainda pode causar muito desconforto quando se convive com outras pessoas de diferentes mentalidades.

O certo seria não precisar recorrer a nenhum desses artifícios simplesmente por fumar uma planta, mas essa é nossa realidade, estamos na luta para tentar mudar, mas enquanto isso precisamos compartilhar boas práticas com os brodas & sistas do banza!

Você tem alguma dica boa para evitar a marofa e curtir a sessão numa boa? Manda a braba nos comentários para seguirmos na corrente do bem e ajudar o próximo!

BANZ-ai!

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag

Fontes: 01 e 02

Dr Banz - Você consegue ler chapadex?

Você consegue ler chapadex?

Salve Banzers!

A ganja é polivalente, você usa para curtir vários rolês, praticar esportes, trabalhar, se divertir, assistir um filme… mas e para LER, como faz?

Ler enquanto chapado(a) é uma das atividades que mais exige de algumas áreas do cérebro, que durante a brisa podem demorar um pouco mais para se concentrar.

Assim como andar de bicicleta, correr, caminhar ou em qualquer outra atividade que você goste de fazer chapadex, para uma leitura gostosa e enriquecedora o que você precisa é treinar!

A cannabis pode adicionar várias “camadas” à sua leitura, tornando a experiência mais prazerosa ou até mesmo te ajudando a se reencontrar com o hábito perdido da leitura e que muitos de nós temos em fases da vida. Assim como quando ouvimos música brisados, poder F1 e começar uma leitura, pode te dar o “clima” que você precisa!

E uma vez que pega o ritmo, vai embora! Você estará mais relaxado(a) e engajado(a) na história!

Dr Banz - Você consegue ler chapadex?

 

 

 

 

 

 

 

Que tal algumas dicas para você aproveitar melhor a brisa enquanto enriquece e vitamina o cérebro LENDO?

Escolha o livro apropriado para ler chapado!

Se você está começando seu treinamento para ler na brisa, não vai começar com aqueles super conceituais, técnicos, profundos e densos, certo? Comece com um assunto que te agrada, que te lembra de outras leituras prazerosas, ou um gênero simples e compulsivo como romance ou terror! Harry Potter, Stephen King e gibis da Turma da Mônica sempre são boas pedidas por aqui.

Desencane do “jeito certo” de ler!

Leitura normalmente vem acompanhada com alguns rituais como silêncio total, ou ambientes públicos, ou estar na natureza, etc…não há certo ou errado, cada um tem o seu jeito! Habitue-se a ler em qualquer situação ou lugar, nem que seja por apenas 5-10 minutos. Quando sentar para ler chapadex, esforce-se a ler e principalmente aproveitar, não se estresse se sua mente viajar e não se prender às palavras do livro, treine sempre!

Se puder escolher a strain…

Infelizmente para a grande maioria no nosso país, a única opção ainda continua sendo o pren. Mas na oportunidade de poder escolher o que fumar, lembre-se de evitar as indicas (que te derrubam na cama daquele jeitinho maravilhoso que adoramos!), que proporcionam um efeito mais relaxante, tão relaxante que se estiver lendo, acorda com o livro caído no peito.

E a dose para ler chapado?

Para nós essa foi a grande sacada para aprender a ler chapados. Nada de bolar uma vela para ler, quem nunca capotou no meio de uma leitura por estar abençoado demais?

Bolou aquele banzeco (banza do fineco), deu dois pegas e começa a leitura. Sentiu que cabe um pouquinho mais de fumaça sem perder a linha? Mais dois pegas. E assim por diante…às vezes esse escalonamento da dose, aumenta a concentração e o envolvimento na história!

Mas lembre-se, cada um funciona de uma maneira!

Respeite seu organismo, encontre seus limites e treine!

Ler é a única maneira de enriquecer sem o risco de ninguém te roubar.

Conhecimento adquirido é seu e ninguém toma!

Conta para nós sua melhor dica para ler chapado e aproveitar a leitura de montão?

BANZai!

#readmotherfuckers

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag

Fonte: How To Read While High (The Fresh Toast)

Dr Banz - 3 Strains que podem bater forte

Procurando um murro na cabeça? 3 Strains que podem bater forte!

Salve Banzers!

A constante busca por strains com concentrações maiores de canabinóides vem certamente aumentando no mercado legalizado.

Hoje vamos indicar 3 strains que de fato se destacaram bastante em nossas últimas pesquisas. São genéticas de cultivadores premiados, que buscam troféus nas copas cannábicas espalhadas pelo mundo para ganhar notoriedade, apreciação, fama e consequentemente maiores vendas.

De repente você mora ou vai viajar para outro país onde a benção da legalização já chegou para se deliciar com essas maravilhosas dicas! Preparado para um murro na mente?

As Strains

WEDDING PIE: indica dominante que concentra níveis que chegam a respeitáveis 26% de THC! Sabe aquele nana neném antes de dormir? É uma cruza entre duas outras indicas, a Grape Pie e a famosa (leia-se “deliciosa”) Wedding Cake. O cariofileno e o mirceno são seus terpenos dominates, o que confere a essa strain um sabor mais “spicy”…

SCARLET QUEEN: cultivada no sudoeste americano pela empresa Burnwell´s (nome hiper sugestivo!), a Scarlet Queen, ou simplesmente Scarlet, é uma das flores de maior potência encontrada no mercado atualmente. Uma sativa dominante, cruza de outras duas rainhas da mão pesada, Killer Queen + Space Queen, a Scarlet oferece incríveis 30,6% de THC! Herdou o mirceno como terpeno dominante de seus pais, possui um sabor herbal muito apreciado!

TROPHY WIFE: á a campeã da lista, com a maior concentração de THC que encontramos listada recentemente, uma indica que registrou incríveis 33% de THC e com limoneno de terpeno dominante. Ou seja, saborzinho gostoso com uma porrada na sua nuca! Se essa jóia chegar na sua mão, vai com calma!

Infelizmente, AINDA não provamos nenhuma dessas belezinhas, mas dá água na boca imaginar que um negócio desse existe.

Mas vale lembrar que só existe porque a legalização do mercado nesses países permitiu, gerando interesse das empresas que investem na genética para produtos novos e melhores para crescer no mercado, gerar empregos (desde o cultivo até as mesas de cruza) e inovar constantemente para evoluir!

Então além de conhecer essas maravilhas, é fundamental que o debate e luta pela legalização continuem para quem sabe um dia termos isso tudo à disposição aqui no Brasil.

BANZai!

Fontes: 01 e 02

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag
Dr Banz - Cannabis x Menopausa

Cannabis x Menopausa

Salve Banzers!

Essa é para você que já não aguenta noites de insônia, ondas de calor pelo corpo, ansiedade, irritabilidade e outros sintomas super desconfortáveis que a MENOPAUSA de fato traz à vida das mulheres.

Talvez você seja homem ou uma mulher que ainda não está nessa faixa etária. Mas tenho certeza que você tem uma mãe, uma tia, uma sogra ou uma amiga que você ama muito. E claro, não quer ver sofrendo tantos desconfortos.

Pois saiba que em países onde a legalização já aconteceu, cada vez mais mulheres estão buscando na maconha, alívio para os principais sintomas dessa etapa tão desafiadora da vida.

“Cada vez mais mulheres na meia idade que estão vivendo a transição da menopausa estão buscando alívio na cannabis, principalmente para amenizar sintomas que tendem a se sobrepor com a chegada da menopausa”, disse a Dra. Katherine Babin, pesquisadora que conduz um estudo na Universidade de Alberta, no Canadá.

Mas há um entrave.

É importante lembrar que pela falta de pesquisa sobre os efeitos da cannabis nos sintomas da menopausa, ainda não se pode indicar com segurança clínica quais os reais efeitos que podem ser esperados num tipo de tratamento como esse.

Vamos conhecer alguns achados preliminares revelados pela pesquisa científica?

Os dados preliminares foram apresentados no Congresso Anual da Sociedade Norte Americana de Menopausa, há de se concluir o estudo e publicá-lo numa revista científica para que possa ser melhor avaliado.

O estudo conduzido no Canadá, pesquisou 1500 pacientes de meia idade, habitantes da província de Alberta. Dentre as participantes, 1000 delas disseram que já utilizaram maconha em algum momento da vida e 500 disseram que consumiram maconha no último mês. Do grupo de consumidoras atuais, 375 disseram que usam para fins medicinais, (mas apenas 23% delas possuem uma prescrição médica).

A composição dos produtos mais relacionados como de maior utilização dessas mulheres foram:

  • Blends de CBD/THC;
  • Produtos com alto teor de THC;
  • Produtos com alto teor de CBD;

Os sintomas da menopausa que motivaram as participantes da pesquisa a buscar a maconha foram:

  • 74% das mulheres participantes da pesquisa se queixaram dos Distúrbios do Sono;
  • 59% revelaram que a Ansiedade as fez buscar ajuda na cannabis;
  • 58% das mulheres relataram Dificuldade de Concentração;
  • 55% listaram a Irritabilidade como principal motivador;
  • 53% revelaram Dores nos Músculos e Articulações.

Um dado importante encontrado na pesquisa: Mulheres consumidoras de maconha possuem piores sintomas.

Mas possuem piores sintomas porque usam cannabis, ou usam cannabis porque possuem piores sintomas? Essa é uma resposta fundamental que precisa ser encontrada ao final da pesquisa.

Muitas mulheres participantes relataram melhora nos sintomas descritos acima após o consumo da erva, mas ainda é difícil distinguir quais são os reais efeitos (benéficos ou não), que podem ser atribuídos à maconha.

Ou seja, o benefício existe, precisa-se de muita pesquisa e mais estudos científicos para ter dados consistentes para que médicos possam conhecer os efeitos e prescrever com maior segurança.

Quem sabe mais mulheres no mundo possam ter sintomas da menopausa amenizados ou controlados, proporcionando mais qualidade de vida a quem precisa aproveitar essa fase da vida com mais conforto!

BANZ-ai!

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag

Fontes: 01 e 02 e 03 e 04

Dr Banz - 5 dicas para vencer a larica

5 dicas para vencer a larica

Salve Banzers Lariquentos!

Consumir maconha muitas vezes é tudo de bom na nossa vida, não é? Alívio de dores musculares, redução de ansiedade, autoconhecimento, espiritualidade e mais uma infinidade de benefícios que continuamos aprendendo constantemente como a ganja pode nos ajudar!

Mas e quando bate aquela LARICA que parece um dragão de sete cabeças querendo comer tudo pela frente?

E é o que vier pela frente mesmo, não importa se é miojo com nescau ou banana com ketchup, só quem sai da sessão sabe como é ver crescer um monstro desconhecido dentro de si que não perdoa nem bono de morango velha na porta da geladeira!

Às vezes é dureza controlar os impulsos causados pela lara pós banza, mas temos aqui algumas dicas (são dicas e não encantos mágicos, ok?) para te ajudar a amenizar esse leão faminto!

01) Fume antes das refeições: Essa técnica combate a larica através do método de não resistência, mesmo porque você já fumou e vai ter larica por consequência! Então soma uma na outra, aproveita a brisa, senta e come na paz de Jah

*Dica Banzer: Algumas pessoas do nosso time curtem fumar enquanto cozinham! Porque ajuda a aguçar olfato e paladar, estimulando ainda mais o apetite enquanto vai selecionando os ingredientes para aquele rango irado que está sendo preparado!

02) Galera Radical: Conhecemos alguns doidos(as) que simplesmente bloqueiam todos seus desejos e impulsos e não consomem nada após aquela sessão banza power, apenas água. Se der certo, deu. Não está de todo errado, porque a larica basicamente é um impulso, começou com um pouquinho quando vc vai ver tem um pacote de Bis vazio no colo (quem nunca?!). Mas somos da seguinte opinião: Seja feliz, curta sua vida! E se não for para ser assim, não vale a pena.

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag

03) Laricas Firmeza: Que tal preparar as laricas antes do tsunami pós session? Nesses ataques de artilharia à geladeira, que tal deixar umas frutas cortadas? Que tal um super milkshake de frutas batido (demora mais para tomar do que refrigerante). Chocolate é mais gostoso? Lógico que é, mas é apenas uma dica, vem quem quer!

04) Sessão longe da tentação: Se afastar do problema, às vezes pode ser a melhor solução. Conhecemos amigos(as) que só fumam fora do alcance de laricas. Um auto controle da porra, se vocês querem saber…

05) Regra dos 10 minutos: Essa é a mais difícil de todas, mas pode se recompensadora! Fumou, brisou e laricou? Marca 10 minutos no relógio e espera. Mas espera na fé hein? Sobreviveu 10 minutos de larica? Faça 3 perguntinhas a si mesmo: Realmente preciso? Tem algo melhor? Posso fazer algo diferente? Normalmente, ao final de 10 minutos, a intensidade do impulso deu uma diminuída e você pode tomar uma decisão mais pensada na sua saúde!

Algumas dicas darão certo, outras não e ESTÁ TUDO BEM !!! O que importa é você estar em paz com suas escolhas e curtir seu momento.

Se quiser ler mais sobre, fizemos posts relacionados com o tema.
Tem um aqui e outro aqui!

BANZ-ai!

Fonte: How To Beat The Munchies – Is It Even Possible? (420intel.com)

Dr Banz - Dilema! Vaporizar ou Fumar

Dilema! Vaporizar ou Fumar?

Salve Banzers!

Começamos esse post dizendo que quando o assunto é o método de consumo da sua ganja, certamente quem manda é você! Vaporizar ou fumar, você decide.

Você é soberano sobre suas preferências, seus gostos particulares e suas necessidades, mas é sempre importante conhecer alternativas disponíveis para que você possa escolher o que mais combina e faz sentido para o seu lifestyle.

Nunca na história houve tanta variedade de métodos e mecanismos para o consumo de c4nn4bis, em países onde a legalização já ocorreu, encontra-se desde adesivos transdérmicos com THC e CBD aplicados diretamente na pele para liberação gradual, até produtos comestíveis como barras de chocolate ou cookies deliciosos!

Recentemente pesquisadores da Universidade de Toronto, publicaram o estudo científico Vaporizadores representam uma alternativa de menor risco para fumar cannabis? no Canadian Journal of Public Health.

Onde concluiu-se que “os vaporizadores podem reduzir a emissão de monóxido de carbono, sintomas crônicos respiratórios e exposição à diversas toxinas geradas pela combustão. Representam uma alternativa de potencial para redução de danos a usuários e pacientes”.

Fumar maconha (flor ou prensado), ainda continua sendo a forma predominante de consumo em todo o mundo, porém muitas pessoas com necessidade terapêutica ou de consumo mais discreto, preferem utilizar vaporizadores.

Os vapes de erva seca possuem uma resistência interna que geram calor, aquecem a ganja, mas não geram combustão. O ar passa pela resistência do device e é aquecido, entra em contato com a ganja, é carregado com os canabinóides e terpenos da erva e consumido gerando menos odor, um impacto mais suave e livre dos agentes cancerígenos gerados pela combustão.

Seja para o uso medicinal ou social, a ocasião também pode influenciar no método de consumo. Por exemplo:

1) O paciente precisa dos efeitos da cannabis para alívio de dores ou atenuar náuseas pós quimioterapia e não curte/pode fumar com papel e fogo (combustão). Existem inúmeros modelos disponíveis de vaporizadores, para todas as necessidades e bolsos;

2) Não dá para botar uma tora naquele casamento que você foi convidado(a)? Que tal um vape discreto, sem muito cheiro, só para dar aquela manutenção na brisa?

Aqui no Doctor Banz, já aprendemos que para produzir conteúdo para vocês depois de uma vela, não rola meeessssmo! Mas depois de um vape que bate mais de leve e na medida certa, conseguimos trabalhar e ser produtivo ao longo do dia de boas!

E você? Já descobriu o método que mais fala com seu estilo ou necessidade?

Tem um vape? Conta pra nós, qual modelo e se recomenda pra os demais brothers and sisters que temos aqui!

BANZ-ai!!!

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag

Fontes: 01 e 0203

Dr Banz - CBD Skin Care

CBD Skin Care

Salve Skin Banzers!

A PELE é de fato o maior órgão do corpo humano e também um dos mais maltratados ao longo dos anos. Falta de hidratação, exposição inadequada/exagerada ao Sol e manchas causadas pela “morte” de algumas células são alguns dos problemas mais comuns.

Se fosse apenas um problema estético, certamente as medidas corretivas seriam menos complexas. Mas a questão é que nunca houve tamanho crescimento na incidência de diversos tipos de câncer de pele na população mundial.

Por causa do boom gerado pela atenção e cuidados com a pele, surgem inúmeros produtos cannábicos de skin care. Para redução/amenização de sinais de idade ou simplesmente para você melhorar sua auto-estima.

ENTÃO QUER DIZER QUE MACONHA COMBATE CÂNCER DE PELE? NÃO.

Quer dizer que o CBD (canabidiol, sem efeitos psicoativos) como ativo em formulações de produtos skin-care (ingeridos ou aplicação sobre a pele), promove benefícios naturais contra acne, rugas, linhas finas e imperfeições da pele, que antes não eram explorados pela falta de comprovação científica pelos anos de negacionismo, preconceito e de certa forma, pela proteção à poderosa indústria farmacêutica de dermocosméticos.

Num passado nada distante, produtos com CBD que eram encontrados em sites específicos, atualmente ultrapassaram a hipocrisia e o preconceito e estão à disposição de grandes supermercados em países que já vivem os dias da legalização há mais tempo.

Saiba que o CBD interage com nosso sistema endocannabinóide e se liga ou interage com uma série de receptores com as mais variadas funções que impactam nos cuidados da pele. Pesquisa revela que os efeitos mais notáveis do CBD são: ação antioxidante nos radicais livres (que aceleram o envelhecimento da pele), por ter características anti-inflamatórias de maneira geral e por ter propriedades antimicrobianas e antioxidantes que ajudam muito em casos comuns de irritação da pele.

Dr Banz - CBD Skin Care

Skin Care – Rugas e Linhas Finas

Sinais de envelhecimento como, linhas finas, rugas e manchas escuras, normalmente são causados pelos radicais livres acumulados em nosso organismo, que podem vir da exposição ao Sol, outros fatores ambientais e do hábito de fumar.

Atualmente, cada vez mais estudos mostram que o CBD pode reduzir esses radicais livres e o stress oxidativo causado pelo próprio envelhecimento.

  • O efeito anti-inflamatório do CBD, diminui o inchaço que normalmente produz rugas e linhas finas;
  • O CBD naturalmente promove uma melhora na circulação sanguínea, isso melhora a saúde das células, reduzindo a alterações na coloração da pele, como manchas mais escuras;
  • Nossas glândulas da pele mantém a pele hidratada, com o envelhecimento natural, essas glândulas “secam” naturalmente causando mais sinais da idade a pele. O sistema endocannabinóide auxilia na produção de óleo e a interação com o CBD promove essa produção para melhorar a hidratação.

Acne e Imperfeições da pele

Em qualquer idade, a acne pode causar um estrago na pele, especialmente das meninas. Infelizmente, condições como psoríase, rosácea, eczema, vermelhidão e erupções na pele possuem poucas opções de tratamento e muitas delas giram em torno de alimentação, condições climáticas, hereditariedade, condições hormonais e outros fatores. É muito trabalhoso cuidar dessas condições diariamente, exige muito.

Mas estudiosos alegam que os efeitos reparadores naturais do CBD podem ajudar muito!

  • Um estudo em 2017 comprovou que o CBD pode inibir a proliferação de queratinócitos, causa primária da psoríase;
  • Por ter efeito antimicrobiano, o CBD proporciona um efeito calmante na pele “anti-coceira” para casos de eczema e psoríase;
  • Outro estudo (2014), demonstrou que o CBD evita que a pele produza sebo (hidratação natural da pele) em excesso, evitando entupimento dos poros causando acne.

Talvez essas informações ajudem na próxima compra do seu “kit skin care”, mas que tal compartilhar esse conteúdo com quem você sabe que passa por dificuldades para cuidar da pele? Levar informação a quem precisa, pode ajudar não apenas na saúde da pele, mas também na saúde psicológica de quem quer se sentir bem.

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag

Bora nessa? BANZ-ai!

Fonte

Dr Banz - O BHO

O BHO

Salve Extraction Banzers!

Dentre as muitas formas de extrações, o BHO (BUTANE HASH OIL) é uma das favoritas entre a galera que ama os concentrados.

Principalmente pela potência e pureza dessa extração, o BHO tem diversas apresentações, você já deve ter ouvido falar de crumble, wax ou shatter

Cada uma delas com suas características mais marcantes de sabor, potência e forma de consumo, variam dependendo da umidade, do calor e da purga (processo de eliminação do solvente envolvido) utilizada na produção.

É importantíssimo lembrar que na produção utiliza-se o gás butano como solvente e por ser extremamente inflamável, recomenda-se EXTREMA PRECAUÇÃO se você não tiver conhecimentos em química ou alquimia. Por isso, CUIDADO sempre.

Quer conhecer um pouco mais das diversas formas de BHO?

Shatter

É a forma mais dura do BHO, parece um vidro semitransparente, normalmente detém 80% de THC (!!!), sempre na forma sólida, você precisará de um bong com nail para melhor degustar essa maravilha;

Crumble

É obtido com a purga do óleo em baixas temperaturas, normalmente a conta feita na produção é de 1 hora de processo para obtenção de 1g de BHO. Durante a fabricação o óleo se solidifica, mas como ele “esfarela” facilmente, melhor não o manusear com as mãos e sim com pinças ou espátulas especiais;

Budder

É a forma mais pura do BHO, normalmente fica com 90% de THC e pureza chega a atingir 99%, tem esse nome pois sua consistência se assemelha bastante à manteiga (butter);

Wax

É parecido com o Budder, não chega a esfarelar, mas não dá para ficar segurando nas mãos por muito tempo. É um dos tipos mais comuns de BHO, pois é simples de usar (mesmo precisando de acessórios) que o Sap ou o Shatter;

SAP

Em inglês quer dizer “seiva” e é exatamente assim que essa extração se parece, pegajosa e melequenta. Por isso, cuidado ao manusear, se derrubar um pouco e grudar em algum lugar, vai grudar para sempre;

Óleo

é o que vemos normalmente já envasados nos tanques de vape pen. Práticas e rápidas, requerem apenas um vaporizador.

  • Dr Banz - O BHO

Em países onde a legalização já ocorreu, o segmento das extrações cresce de maneira exponencial. Com regulamentação na produção, conta com instalações seguras, equipamentos apropriados e processos estabelecidos. Em países proibicionistas, como o Brasil, produzir BHO domesticamente já causou diversos acidentes envolvendo explosões pelo manuseio de gás butano, infelizmente algumas delas fatais.

Por isso, saiba que informação sempre será a melhor ferramenta para te levar a lugares, fazer coisas e aprender tarefas de maneira segura e com o máximo cuidado possível.

Mas a verdade é que se houvesse a conscientização sobre a legalização do consumo, plantio e produção de derivados da cannabis, teríamos uma “nova” indústria que poderia contribuir com impostos ao governo, geração de empregos, movimentação da economia, além de, acesso legal, redução de danos e produtos de qualidade comprovada e melhorada para os que simplesmente e livremente incorporaram a maconha em suas vidas, seja para o consumo de uso medicinal ou social.

Afinal, somos ou não livres?

BANZ-HO!

Fonte

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag
X
Add to cart