Dr Banz - FDA aprova nova indicação para o Epidiolex

FDA aprova nova indicação para o Epidiolex

Salve Banzers!

Boas notícias para todos que necessitam e apoiam o uso medicinal da cannabis!

Uma nova indicação aprovada pelo FDA (Food & Drugs Administration, o poderoso órgão federal americano que dita as regras sobre quais medicamentos e alimentos receberão (ou não) autorização para comercialização) é sinal de que certamente se trata de um medicamento com embasamento clínico para ser prescrito com maior segurança.

Em 2018, o medicamento Epidiolex se tornou o primeiro medicamento derivado de cannabis aprovado pelo FDA para o tratamento de duas formas muito raras e severas de epilepsia, síndromes de Lennox-Gastaut e Dravet, para pacientes a partir dos 2 anos de idade.

Confira nosso post “Epidiolex, primeiro medicamento derivado de cannabis aprovado pelo FDA” clicando aqui

 

Mas em agosto de 2020, a agência expandiu a aprovação concedendo mais uma indicação ao medicamento, para o tratamento do Complexo de Esclerose Tuberosa (TSC), em crianças a partir de 1 ano de idade. A TSC é uma condição genética também rara, mas que causa tumores em órgão vitais e em alguns casos podem incluir convulsões em seus sintomas.

“Aproximadamente 2/3 dos pacientes com TSC desenvolvem algum tipo de resistência às medicações para o controle das convulsões, a necessidade urgente de uma nova opção de tratamento tornam o Epidiolex uma importante nova caixa de ferramentas para os médicos”, disse a Dra. Elizabeth Thiele, Diretora do Herscot Center para Complexo de Esclerose Tuberosa (TSC) do Hospital Geral de Massachussets.

Atualmente no Brasil há um medicamento derivado de cannabis aprovado de fato pela ANVISA (agência reguladora brasileira). Do laboratório Pratti Donaduzzi, custa R$2.500 o mês de tratamento (!!!).

A documentação científica vai crescendo e certamente comprovando a eficácia de medicamentos derivados de cannabis em múltiplas indicações e ampliando o conhecimento de médicos, pacientes, pais de pacientes, ONGs, associações de pacientes, mídia, empresas, empreendedores…..menos do governo.

Acorda Brasil. BANZai!!

 

Fontes:
0102 e 03 e 04

Good VIbes Collection
Good VIbes Collection
Largando o tabaco? 5 produtos com CBD para ajudar!

Largando o tabaco? 5 produtos com CBD para ajudar!

Salve Família Banzer!
Primeiramente, você tomou a sábia decisão de largar o tabaco. Ótimo! Independente de quanto tempo o tabaco lhe acompanhou, esse é de fato, um processo sempre complicado, lento e de autoconhecimento, onde toda ajuda é bem-vinda!

E sabe quem pode lhe ajudar? Pois é…aquela plantinha difícil de legalizar (por aqui, obviamente…), apresentou resultados satisfatórios num estudo científico onde fumantes que desejavam largar o tabaco, o substituíam por baseados de strains com foco no CBD. Esses pacientes cortaram o consumo de tabaco em até 40%! (lembrando sempre que o canabidiol, ou CBD, não possui efeitos psicoativo como seu parceiro THC!)

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o consumo de CBD não constitui vício e além disso, estudos indicam que proporciona diminuição de ansiedade social, inflamações e cria uma sensação de calma, sem euforia. Cientificamente, demonstra-se que o CBD tem certamente o potencial de reduzir crises de abstinência, impedindo a consolidação do sistema de memória de recompensa pós consumo de drogas.

Em países onde a mente abriu, o debate rolou e o bom senso agiu, existem marcas que possuem produtos voltados ao propósito de ajudar pessoas a atravessar esse processo de largar o tabaco.

Enfim, vamos conhecer algumas ótimas opções?

1) TOAST

Direcionado a pessoas que já estão no processo de largar o tabaco, o TOAST é um baseado pre-roll (já vem bolado e recheado), rico em CBD. Na proporção de 2:1, também possui THC que proporciona uma leve euforia e uma vibe muito positiva, perfeito para o rolê! Em maços de 2, 5 e 10 baseados.
https://wetoast.com/the-collection-products/

Largando o tabaco? 5 produtos com CBD para ajudar!

2) HENRY’S ORIGINAL

Disponível na Califórnia, o Henry’s Original oferece uma variedade de pre-rolls com mixes de flores. Escolha entre o Coast que possui o dobro de CBD em relação ao THC, ou aposte no Ritual, um mix de flores com 20x mais CBD que THC!
https://henrysoriginal.com/collections/all

Largando o tabaco? 5 produtos com CBD para ajudar!

3) HERBA BUENA

Cultivada de maneira eco-friendly, por uma família de growers, os produtos da Herba Buena oferecem esses pre-rolls de flores cultivadas outdoor, em quantidades limitadas, bem exclusivo. São packs com 5 banzas e você escolhe o conteúdo: Sativa, Indica ou foco em CBD? O combo Harmonize é riquíssimo em CBD!
https://www.leafly.com/brands/herbabuena

Largando o tabaco? 5 produtos com CBD para ajudar!

4) PRISM

Oferece um blend de flores e CBD, que batem leve e transmitem paz… para quem deu um tempo, ou está a procura de uma brisa beeem suave,…taí! Packs com apenas um baseadinho.
https://www.prismblends.com/products

Largando o tabaco? 5 produtos com CBD para ajudar!

5) WILLIE’S RESERVE

É a marca de pre-rolls, cartuchos de vape e uma variedade de outros produtos do cantor country (tiozinho maconheiro para caraleo), Willie Nelson! Com um portfólio de fazer inveja, o Willie’s Reserve é certamente uma das marcas de maior sucesso nos lugares legalizados.
https://williesreserve.com/

Largando o tabaco? 5 produtos com CBD para ajudar!

Sabemos que o acesso a esse tipo de produtos é antes de mais nada, um sonho para nós brasileiros. Mas queremos que saiba que te apoiamos na decisão de largar o tabaco e trouxemos um pouco mais de conhecimento sobre o que existe em países de mente aberta!

Firme na Missão, Acredite em Você!

Jah Bless!
Banzai!

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz

Fonte:

https://www.leafly.com/news/strains-products/quitting-cigarettes-joints-rolled-with-cbd-might-help?utm_source=SailThru&utm_medium=email&utm_campaign=buy_pickup&utm_term=global&utm_content=deals?sailthru_vars[user_click_news]=2

União Européia segue OMS e recomenda o fim da proibição da cannabis medicinal

União Européia segue OMS e recomenda o fim da proibição da cannabis medicinal

Salve Banzers!

Recentemente a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou a reclassificação da cannabis, saindo da categoria de substâncias mais nocivas e com pouco uso medicinal.

Mas agora foi a vez da União Europeia aprovar uma resolução para encorajar seus países membros a tomar iniciativas que estimulem o desenvolvimento de Programas de Estudo de Cannabis Medicinal.

A resolução busca priorizar a condução de estudos clínicos e científicos. Ela será gerenciada pela Comissão de Uso de Cannabis Medicinal da União Europeia. Que tratará das barreiras financeiras, legais e culturais que envolvem a pauta. O resultado desse programa ajudará certamente a estabelecer os padrões requeridos de eficácia e segurança, além dos já pesquisados por Canadá e Israel.

Na União Europeia existe grande preocupação com os efeitos tóxicos e ineficazes de produtos fora de regulamentação, e os estudos científicos estipularão padrões de produção e concentração para que haja segurança aos consumidores.

Até quando, Brasil?

É impressão nossa ou isso parece até coisa de filme do futuro?!?
Programas governamentais de apoio à cannabis medicinal?
Comissão de uso de cannabis medicinal?
Regulamentação?
Estudos científicos?
Pesquisa?

Enfim, informação, esclarecimento, dados, consulta pública, etc… precisamos de tudo isso, precisamos crescer, precisamos sair dessa concha onde nos enfiaram e ver que o mundo evoluiu!

Banzai!

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz

Fonte

Dr Banz - Cannabis Programa Bem Estar

Reafirmando nosso Propósito

Salve Banzers!
Tudo Banz?
Banz!

Hoje foi um dia de emoções bem conflitantes para a galera do Doctor Banz. Ficamos muito empolgados e surpresos ao ver o tema “Cannabis Medicinal” sendo debatido no programa “Bem Estar” na Rede Globo, com matérias sobre a utilização do óleo de CBD em crianças que sofrem de epilepsia e tiveram suas crises controladas ou amenizadas desde então.

Também foi mostrado o lindo trabalho da ABRACE (Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança), que lá em João Pessoa e Campina Grande, na Paraíba, produzem óleo de Canabidiol (autorizados pela justiça), para pacientes que tenham permissão judicial e prescrição médica para tratamento com o óleo de CBD. Vimos também a matéria de uma mãe de São Paulo que utiliza o óleo de cannabis para amenizar os efeitos das sessões de quimioterapia com ótimos resultados. Podendo dessa forma, retomar sua vida e convívio familiar.

Certamente, aumentamos nossa admiração ao neurocientista Professor Dr Sidarta Ribeiro que de maneira muito centrada e com conhecimento de causa, falou sobre os riscos e benefícios do uso da cannabis medicinal.

Dr Banz - Cannabis Programa Bem Estar
Dr Banz – Cannabis Programa Bem Estar
O desserviço

Até que inesperadamente, de maneira muito dura, fria e direta, vimos o psiquiatra Professor Dr Artur Guerra de Andrade, atacar o uso da cannabis medicinal, com argumentos que se embasavam na falta de estudos científicos e comprovações técnicas para justificar o uso da cannabis como opção terapêutica. Mas para argumentar contra, o médico conhecia detalhes de estudos que comprovavam todos os aspectos negativos do uso da planta.

Afinal de contas, existem ou não estudos científicos sobre a cannabis medicinal? Se existem, será que abordam apenas o aspecto negativo ou existem resultados positivos a serem divulgados?

Até aí entendemos a proposta do programa de TV em trazer duas opiniões conflitantes para enriquecer o debate. Até chegar no momento em que o médico constatou um “fato”:

“Quem tem tendência a transtorno mental, quando fuma maconha, BUM! EXPLODE! O THC é um gatilho, pode não ser a causa direta, mas facilita o surto. A pessoa fica louca, psicótica”.

O propósito do Dr Banz

E nessa hora, nós do Dr Banz, tivemos a plena convicção que continuaremos a falar da cultura cannábica. De sua arte, da música, da moda, mas principalmente das vidas que são beneficiadas com o uso medicinal da cannabis. Todos têm direito em expressar suas opiniões e nós definitivamente seguiremos com a nossa!

Com muita energia, positividade, frequência e sequência, sem desrespeitar ou agredir ninguém, lutando pela normalização do uso medicinal e social da cannabis.

Banzai!

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz

7 razões para usar o CBD como medicamento

CBD: 7 razões para usar o cannabidiol como medicamento

Olá, queridos Banzers!

Antes de mais nada, o Dr. Banz quer reafirmar seu propósito de divulgar os benefícios do uso medicinal da cannabis. Por isso, abasteceremos seu conhecimento sobre o uso do CBD (canabidiol) trazendo a seguinte lista:

7 razões que comprovam que a utilização do CBD é uma excelente alternativa para fins medicinais

1) Primeiramente, CBD não possui efeito psicoativo.
Ou seja, não dá barato, isso permite que seja utilizado para fins medicinais, inclusive em crianças e animais de estimação que sofram de dores ou outras doenças que possam ser tratadas com o canabidiol;

2) CBD reduz inflamações e da mesma forma, trata dor crônica.
O canabidiol age no sistema endocanabinóide (que todos nós possuímos em nosso organismo!), que controla a dor e as inflamações decorrentes de outras doenças;

3) O canabidiol dificulta o crescimento de células cancerígenas.
O CBD promove uma excitação nos receptores responsáveis em produzir efeitos farmacológicos no sistema imunológico do organismo e no sistema nervoso central, o que inibe o crescimento de células cancerígenas;

4) CBD diminui os índices de açúcar no sangue.
Por sua habilidade em reduzir os índices de açúcar no sangue (mais pesquisas estão sendo conduzidas para comprovação desse fato), foi observado que usuários de cannabis possuem menor probabilidade em desenvolver diabetes;

5) O canabidiol pode reduzir o stress e a depressão.
Num estudo recente, pessoas com distúrbio de ansiedade social receberam 600mg de CBD ou placebo antes de falarem para um grande público. Comparado aos pacientes que receberam o placebo, os pacientes que receberam o CBD tiveram menor desconforto cognitivo e além disso, significativamente menor ansiedade;

6) CBD pode ser usado para o tratamento de abuso de outras substâncias.
Estudos mostram que o canabidiol possui a característica de modificar circuitos cerebrais ligados ao vício. Esses estudos comprovaram que o uso do canabidiol amenizou sintomas de procura de heroína e dependência de morfina;

7) O canabidiol pode reduzir incidência de acne.
O efeito anti inflamatório do CBD, diminui a produção de sebo, amenizando o surgimento de acne (espinhas).

Para finalizar…

Todos juntos multiplicando o conhecimento sobre o uso medicinal da cannabis podemos diminuir o preconceito e resistência da sociedade. E principalmente acelerar o processo de legalização do uso medicinal da cannabis.

Portanto, amigo banzer, quando você estiver conversando com aquele colega, familiar ou conhecido que ainda não conhece o potencial promissor do canabidiol, debata em alto nível e indique leituras edificantes como esse post do Dr Banz, afinal, juntos somos mais fortes!Banzai!

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz

Você sabe o que é CBD?

CBD o cannabinóide mais promissor do ponto de vista médico

Você sabe o que é 0 canabidiol (CBD)?

Primeiramente, precisamos dizer que o Canabidiol é um composto químico proveniente da planta Cannabis Sativa.
Isso você provavelmente já sabia. A evidência médica sugere que a planta é segura e possui múltiplas indicações benéficas no uso medicinal.

Também é importante salientar que o CBD não possui efeitos psicoativos, ou seja, não chapa, não dá brisa. O ingrediente psicoativo da cannabis é o Tetrahidrocannabinol, o famoso THC. Tanto o CBD como o THC são compostos químicos conhecidos como canabinnóides.

Até agora o CBD é considerado o cannabinóide mais promissor do ponto de vista médico e de marketing. Estudos científicos mostram que o CBD possui propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e antipsicóticas.

Algumas das doenças tratadas pelo CBD são: Epilepsia, Alzheimer, Esclerose Múltipla, Doença de Chron, Esquizofrenia, dentre outras. O CBD ainda promove a redução da intensidade de sintomas de quimioterapia em pacientes com câncer, dores musculares crônicas e até nas cólicas pré menstruais!

Da mesma forma que o THC, o CBD aparenta ser bem tolerado e não há registros na história sobre overdose de nenhuma dessas substâncias. Ou seja, seu uso é mais seguro do que muitos medicamentos que vemos por aí.

A verdade é que enquanto muitos tratamentos com medicamentos tradicionais não promovem a melhoria na condição do paciente, a utilização do óleo de CBD já demonstrou efeitos surpreendendo muitos pais de pacientes infantis, que nunca viam melhoras na saúde de seus filhos.

Pacientes adultos que após receberem a medicação à base de Cannabidiol, tem sua condição estabilizada.
E depois melhorada, permitindo que retomem o controle de suas vidas.

Abra sua mente!

O Dr Banz divulga os benefícios medicinais que a cannabis pode promover. É só através do debate consciente e baseado em informação e conhecimento, que poderemos contribuir para estimular cada vez mais pessoas a entenderem a legalização do uso medicinal.

Banzai!

Óleo de CBD
Óleo de CBD
Canabinóides mais importantes

Canabinóides mais importantes

Até hoje pesquisadores já identificaram mais de 421 elementos químicos, sendo 63 tipos de canabinóides diferentes que exercem influência específica dentro do organismo de cada pessoa.

Independente de qual seja o uso da cannabis, social ou medicinal, algumas substâncias encontradas na erva possuem maior ou menor participação no efeito desejado. São os famosos canabinóides. Vamos conhecer os mais famosos?

CBD X THC
CBD X THC

THC (TETRAHIDROCANABINOL)

Tetrahidrocanabinol, o mais conhecido dos canabinóides por seu efeito psico ativo, pode proporcionar alterações fisiológicas (frequência cardíaca, pressão arterial, boca e garganta seca, aumento do apetite, dentre outros) e comportamentais (relaxamento, euforia, percepção do tempo, humor, etc…).

Saúde: por ter atuação no sistema nervoso central, o THC se liga a receptores canabinóides que todos nós possuímos (CB1 e CB2) e pode contribuir na amenização de dor crônica, de espasmos musculares causados por esclerose múltipla, além de reduzir náusea e vômitos causados por quimioterapia.

CBD (CANABIDIOL)

O Canabidiol não possui efeito psicoativo, mas em sua forma isolada já demonstrou evidências que possui efeito fisiológico pronunciado, promovendo relaxamento e efeito sedativo. Com isso seu efeito terapêutico é amplamente discutido pois promove melhora em uma série de doenças como epilepsia, artrite reumatoide, Parkinson, insônia dentre muitas outras.

CBN
CBN

CBN (CANABINOL)

O Canabinol possui efeito psicoativo de menor intensidade isoladamente, mas quando em companhia de outros canabinóides, por exemplo, potencializa os efeitos do THC, causando a famosa “leseira” (torpor) e baixa sedação. Também potencializa os efeitos do CBD, aumenta seu efeito sedativo, já demonstrou potencial no tratamento da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) e na proliferação de algumas bactérias resistentes a antibióticos.

THCA X THC
THCA X THC

THCA (ÁCIDO TETRAHIDROCANABINOLICO) 

O THCA não possui propriedade psicoativa, talvez por isso seja menos conhecido, mas pesquisas recentes começam a se aprofundar cada vez mais em suas propriedades que vem demonstrando maior valor medicinal. O THCA surge através da oxidação do THC (através do aquecimento da erva e da secagem das flores da cannabis), talvez por isso explique o porquê do uso da maconha ser mais comum através do fumo ou vaporização, o que gera aumento na concentração do THC.

Quer conhecer mais sobre os outros canabinóides?

Dê um salve nos comentários e abordaremos outros canabinóides e seus papéis que podem contribuir para melhora de seu estado mental ou físico!

Fontes: http://www.unitedpatientsgroup.com/blog/2014/04/11/thc-thca-cbd-cbn-the-chemicals-in-cannabis/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3570572/

Uso medicinal da cannabis

Uso medicinal da cannabis

Num estudo científico realizado no Canadá em 2011, sobre o uso terapêutico da cannabis, foram observados características do Tetra Hidrocanabinol (THC) puro. Seus efeitos sobre uma gama de patologias levaram cientistas e médicos a observar mais cautelosamente sua performance.

Dentre as primeiras constatações, observou-se que o THC e uma série de análogos derivados do mesmo, possuíam efeitos terapêuticos benéficos e significativos no alívio de náuseas e vômitos nos pacientes com síndrome de emaciação. Isto é, em pacientes que: perdem mais de 10% de seu peso corpóreo ocasionados por uma série de motivos. Desde nutrição inapropriada, mal absorção, hiper metabolismo e até HIV.

Estudos mais recentes mostram seu potencial de efeitos analgésicos. E também contra a rigidez muscular que alguns pacientes podem apresentar, como sintomas de outras doenças. O efeito anticonvulsivante que o Canabidiol (CBD) apresenta, leva a crer que sua performance em estudos científicos futuros de maior porte pode de fato, esclarecer mais claramente como o CBD se comporta no organismo (farmacocinética) a longo prazo e a interação com outras drogas.

Futuro do uso medicinal da cannabis

Tudo nos leva a crer que, cannabinóides administrados de maneira oral, retal ou até mesmo parenteral são efetivos e livres de risco de doença inflamatória crônica das vias aéreas superiores. Estes, são associados (talvez) ao ato de fumar a planta propriamente dita. Pesquisas futuras provavelmente mostrarão que novos sintéticos análogos poderão isolar de maneira mais eficaz efeitos psicoativos indesejados, ao passo que são efeitos colaterais em alguns casos.

Certamente, outras características a serem melhor esclarecidas são novas formas de administração da cannabis. Como propriedades lipossolúveis (para administração nos olhos/glaucoma), aerosol para rápido efeito sistêmico sem os riscos da inalação de fumaça. Atualmente sabemos do processo de separação dos canabinnóides ativos (THC, CBD, CBN, THCA, dentre muitos outros). E consequentemente, quais as indicações mais apropriadas para cada um deles.

Enfim, procuramos cada vez maior evidência científica que possa amparar o uso. E quem sabe servir de base para a legalização de seu uso medicinal. Como já é feito em muitos países do mundo inteiro de maneira ordenada, segura e clara para todos.

Referência: Department of Pharmacology, University of Toronto and Centre for Addiction and Mental Health, Ontario

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz

X
Add to cart