Dr Banz - Saúde Feminina & CBD Oil

Saúde Feminina & CBD Oil

  • Dr Banz - Saúde Feminina & CBD Oil

Post totalmente dedicado à saúde feminina!

A ideia é divulgar o conhecimento até ele se tornar “normal” (mas por que deveria ser anormal, não é mesmo?!?) e por mais que algumas infos sejam conhecidas, sempre tem gente nova chegando, então bóra fortalecer a saúde das mina?

O CBD é um conhecido cannabinóide com propriedades terapêuticas e vem ganhando cada vez mais terreno em múltiplas indicações. Mas quando o assunto é CBD Oil (óleo do CBD), novidades surgem e graças à Jah, são ótimas!

Apesar da falta de evidência científica, muitas mulheres conseguiram contornar problemas de saúde com o auxílio do CBD Oil. Vamos conhecer algumas indicações relacionadas à saúde feminina?

Benefícios para cabelo e pele

O CBD ajuda no tratamento da acne com bons resultados, com menos desconfortos causados pelos efeitos colaterais dos medicamentos sintéticos. Ainda auxilia no processo de cicatrização da pele, com produtos dermocosméticos específicos que diminuem a inflamação.

Ajudando nos sintomas da TPM

O CBD Oil é constantemente mencionado por mulheres que já adotaram o tratamento para suas cólicas pré-menstruais com ótimos resultados. Infelizmente faltam dados científicos para validar o consenso das pacientes que obtiveram benefícios físicos. Historicamente, existem relatos que a Rainha Vitória, da Inglaterra, já consumiu cannabis para amenizar suas cólicas.

Amenizando os sintomas da Menopausa

Cresce o número de mulheres que relatam diminuição da intensidade dos sintomas da menopausa. Um melhor controle da ansiedade, menos alterações de humor e diminuição da mudança na temperatura corporal (aquele calorão que sua mãe vive reclamando? Então, isso se chama fogacho!), foram relatados por mulheres que participaram de uma pesquisa sobre os efeitos do CBD Oil.

Ajudando na Artrite

Atualmente temos resultados da utilização do CBD Oil em animais com resultados muito animadores, as principais expectativas estão na ação sobre inflamação e dor.

Endometriose

A endometriose é uma doença que pode levar a sangramento excessivo na menstruação, cólicas menstruais mais intensas e problemas na reprodução. Pacientes de endometriose que utilizam o CBD Oil reportaram diminuição nos sintomas e na intensidade desses sintomas.

Casos onde o CBD não é indicado

Procure conversar com um médico antes de iniciar qualquer tipo de tratamento, atente-se à qualidade da medicação, busque informação, saiba se o CBD Oil pode de fato ajudá-la na sua necessidade. Apesar de muitos benefícios o CBD Oil possui efeitos adversos como náusea, fadiga, diarreia e que variam entre indivíduos.

Infelizmente esse são exemplos que ainda sofrem com a falta de resultados cientificamente comprovados pela ausência de pesquisa clínica. Enquanto a maconha for classificada como categoria I na agência reguladora de drogas dos EUA (país com maiores recursos de pesquisa científica no mundo), a informação não será gerada e comprovações técnicas que podem ajudar muita gente nunca chegarão ao público.

E essa é nossa missão, estimular o assunto incessantemente, normalizar a pauta cannábica, crescer com divulgação de conteúdo medicinal e social, para atingir cada vez mais pessoas que possam se identificar com nossa cultura, nossas necessidades, nossa alegria e principalmente nossa fé!

Unite! Banzai!

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz

Fonte:
https://www.womenactionmedia.org/womens-health-cbd-oil/

Hollyweed Banzers - UFC Diaz Brothers

Hollyweed Banzers: UFC Diaz Brothers

  • Hollyweed Banzers - UFC Diaz Brothers

Hoje o post é pancadaria, Banzers!

Que os irmãos Nate Diaz e Nick Diaz são feras incontroláveis dentro e fora do octógano todos sabemos. Mas certamente um dos lances que mais admiramos nos Diaz Brothers é seu engajamento na causa cannábica. Eles banzam, vaporizam, bongam, tostam e tudo aos olhos de quem quiser ver, sem constrangimento porque é o lifestyle que eles adotaram.

“É o que escolhi para mim, eu gosto de fumar maconha, me ajuda com a ansiedade, me dá foco em treinamentos, me ajuda a liberar a minha essência”, disse Nicholas Robert Diaz (Nick), o mais velho dos irmãos hoje com 35 anos, atualmente ensina jiu-jitsu na academia do irmão Nathan Donald Robert (Nate), 33 anos, que disputava na divisão dos Pesos Leves do UFC.

Exames antidoping

Infelizmente, Nate cumpre suspensão de 5 anos por reprovar em níveis astronômicos num teste surpresa para verificar a presença de drogas.

Após sua luta contra Connor McGregor, Nate foi para a entrevista coletiva com uma vape pen de CBD e foi respondendo as perguntas entre um pega e outro até que foi questionado e mandou: “Isso aqui? (após dar vários pegas ao longo da entrevista), Isso aqui é óleo de CBD! Me ajuda no processo de recuperação, dor, inflamações. Sempre uso depois das lutas!”

E esse foi um excelente empurrãozinho que ajudou bastante naquele momento pré legalização no estado de Nevada.

De fato, o mais triste é ver um dos grandes lutadores de nossa geração não lutar por punição contra o uso de maconha!

Sempre que Nick era reprovado num teste, ele levava a situação de maneira engraçada. Mas com um questionamento que fez muita gente pensar:

“A comissão, o UFC, vocês preferem que eu me entupa de medicamentos opióides para me recuperar, para superar as dores? Isso é ridículo! Eu não posso cuidar do meu corpo como eu quero?!”

E seremos sempre admiradores dos irmãos Diaz, porque além de serem TRUE no lifestyle cannábico, defendem e são ativistas respeitados!

Banzai, Diaz Brothers!

Acessórios Dr. Banz

Origins - Hello, Calm

Hello, Calm

Hello Banzers!

Uma das maiores empresas fabricantes de dermocosméticos do mundo, a Estée Lauder, entrou de maneira expressiva no segmento cannábico. Uma de suas principais marcas, a Origins, muito conhecida pelas meninas, lançou o “Hello, Calm”, uma máscara facial com óleo de semente de cânhamo.

Segundo a própria empresa, o óleo de semente de cânhamo é mais efetivo no tratamento causado por inflamações relacionadas à acne, eczema e rosácea.

“A Origins vêm discutindo sua entrada no mercado de dermocosméticos cannábicos e decidiu que esse é o momento mais apropriado para fazê-lo”, disse a gerente geral da marca, Jullie Van Oggenvale. E complementou: “Não demos esse passo anteriormente porque a imagem atrelada a produtos que tenham alguma relação com a cannabis era muito negativa, mas agora com mais pessoas consumindo e principalmente entendendo os benefícios, inclusive medicinais, se torna mais aceitável”.

A tendência é que cada vez mais empresas ingressem no mercado cannábico. Isso por que os benefícios do CBD são versáteis e estão se tornando cada vez mais conhecidos. O mercado de produtos dermocosméticos que contém CBD performou US$ 170 milhões. E nos próximos 3 anos promete render US$ 1 bilão!

Sobretudo, a estratégia da Origins vai contra esse movimento do mercado.  Já que declaradamente preferiu se manter fora dos produtos relacionados ao CBD e continuará a explorar o cânhamo. Segundo a própria empresa, até a logística de produtos com cânhamo é facilitada.

Por isso, nós te perguntamos: E no Brasil?

Será que um dia teremos acesso a produtos medicinais, dermocosméticos ou de uso social à base de infusões de cannabis?

Lutemos! Banzai!

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz

Produtos com CBD em restaurantes de New York

Produtos com CBD começam a aparecer em hotéis e restaurantes de NYC

  • Produtos com CBD em New York

Salve, Banzers !!!

Novos serviços e produtos relacionados à cannabis começam a aparecer em hotéis e restaurantes de luxo em Nova York.

Produtos com cannabidiol (na forma não-psicoativa, portanto sem efeitos de brisa), já são oferecidos a seus hóspedes, como aquelas balas gelatinosas (que ficam no frigobar) com infusão de CBD.

Igualmente, nos restaurantes, clientes podem optar por cocktails com traços de CBD, sorvetes e até mesmo pratos principais!

Estamos sempre pesquisando formas de ajudar nossos hóspedes a relaxar. O óleo de CBD é reconhecido por possuir efeitos calmantes, reduzindo assim a ansiedade e diminuindo o stress…”, disse J.La Russo, gerente do The James Nomad Hotel em NY, via Moneyish.com.

Cafeterias estão oferecendo lattes e cappuccinos com CBD, surfando a onda da legalização. Com isso, um novo segmento se abre no cannabusiness. Com a boa performance dos produtos oferecidos, o tema gradativamente vai gerando depoimentos positivos tão relevantes que passam a promover uma aceitação cada vez maior da cannabis, seja ela nos cafés e restaurantes ou na privacidade do quarto do hotel.

Banzai!

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz

7 razões para usar o CBD como medicamento

CBD: 7 razões para usar o cannabidiol como medicamento

Olá, queridos Banzers!

Antes de mais nada, o Dr. Banz quer reafirmar seu propósito de divulgar os benefícios do uso medicinal da cannabis. Por isso, abasteceremos seu conhecimento sobre o uso do CBD (canabidiol) trazendo a seguinte lista:

7 razões que comprovam que a utilização do CBD é uma excelente alternativa para fins medicinais

1) Primeiramente, CBD não possui efeito psicoativo.
Ou seja, não dá barato, isso permite que seja utilizado para fins medicinais, inclusive em crianças e animais de estimação que sofram de dores ou outras doenças que possam ser tratadas com o canabidiol;

2) CBD reduz inflamações e da mesma forma, trata dor crônica.
O canabidiol age no sistema endocanabinóide (que todos nós possuímos em nosso organismo!), que controla a dor e as inflamações decorrentes de outras doenças;

3) O canabidiol dificulta o crescimento de células cancerígenas.
O CBD promove uma excitação nos receptores responsáveis em produzir efeitos farmacológicos no sistema imunológico do organismo e no sistema nervoso central, o que inibe o crescimento de células cancerígenas;

4) CBD diminui os índices de açúcar no sangue.
Por sua habilidade em reduzir os índices de açúcar no sangue (mais pesquisas estão sendo conduzidas para comprovação desse fato), foi observado que usuários de cannabis possuem menor probabilidade em desenvolver diabetes;

5) O canabidiol pode reduzir o stress e a depressão.
Num estudo recente, pessoas com distúrbio de ansiedade social receberam 600mg de CBD ou placebo antes de falarem para um grande público. Comparado aos pacientes que receberam o placebo, os pacientes que receberam o CBD tiveram menor desconforto cognitivo e além disso, significativamente menor ansiedade;

6) CBD pode ser usado para o tratamento de abuso de outras substâncias.
Estudos mostram que o canabidiol possui a característica de modificar circuitos cerebrais ligados ao vício. Esses estudos comprovaram que o uso do canabidiol amenizou sintomas de procura de heroína e dependência de morfina;

7) O canabidiol pode reduzir incidência de acne.
O efeito anti inflamatório do CBD, diminui a produção de sebo, amenizando o surgimento de acne (espinhas).

Para finalizar…

Todos juntos multiplicando o conhecimento sobre o uso medicinal da cannabis podemos diminuir o preconceito e resistência da sociedade. E principalmente acelerar o processo de legalização do uso medicinal da cannabis.

Portanto, amigo banzer, quando você estiver conversando com aquele colega, familiar ou conhecido que ainda não conhece o potencial promissor do canabidiol, debata em alto nível e indique leituras edificantes como esse post do Dr Banz, afinal, juntos somos mais fortes!Banzai!

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz

Óleo de Cannabis na Inglaterra

Momento cannábico histórico na Inglaterra – Legalização

Momento cannábico histórico foi registrado semana passada na Inglaterra.

Isso aconteceu, quando a mãe do pequeno Alfie Dingley, de apenas 6 anos, pousou no aeroporto London City. Ela veio em um vôo que partiu de Amsterdam com o intuito de trazer um medicamento importantíssimo para seu filho. Oficialmente essa foi a primeira vez que alguém trouxe óleo de cannabis legalmente para o Reino Unido.

Novos tempos, novos ventos… meus queridos Banzers!

Com uma liberação de emergência emitida pelo Ministério da Saúde, no dia 19 de Junho, Hannah Deacon pousou em solo britânico com um estoque de 5 meses para o tratamento de epilepsia de seu filho. No desembarque, declarou ao jornal The Independent.: “Hoje, pela primeira vez foi trazido óleo de cannabis legalmente, o que é incrível! É muito, muito importante que meu filho tenha uma vida normal e feliz! É um momento especial para nós da família e principalmente para ele!”.

Mas no mesmo dia que a Sra Deacon pousava em Londres, outra notícia foi divulgada. Uma garotinha de 6 anos do norte da Irlanda, Sophia Gibson, foi internada em coma induzido por crises convulsivas severas. A família Gibson ainda aguarda a emissão de sua liberação de emergência para acessar o óleo de cannabis que pode salvar a vida da pequena Sophia.

No mês passado, críticos e a imprensa protestaram contra o Ministério da Saúde por confiscar óleo de cannabis de Charlotte Caldwell. Isso por que ao chegar na alfândega vinda num vôo do Canadá, declarou trazer óleo de cannabis para tratamento medicinal. Ela não tinha sua liberação de emergência e consequentemente, teve todos os seus frascos confiscados.

Quando tomamos conhecimento de casos como o de Alfie e Sophia, nos revoltamos com a morosidade dos processos que envolvem a legalização do uso medicinal da cannabis. Porém, precisamos manter o assunto em pauta e acima de tudo, conhecer outras realidades. Tudo isso com a finalidade de gerar discussões para não deixarmos essa brasa apagar!

Dr Banz sempre divulgando benefícios, informações, curiosidades e principalmente atualizações sobre a cannabis medicinal, aqui e fora do Brasil. Banzai!

Fonte: https://www.ganjapreneur.com/mother-carrying-epilepsy-medication-is-first-person-to-bring-cannabis-legally-into-uk/

Óleo de CBD nos esportes (Big3)

CBD – Óleo de CBD será permitido na liga BIG3

No mês de junho de 2018, a liga de basketball 3-on-3 (BIG3), anunciou que seria a primeira liga de esportes profissionais nos Estados Unidos a permitir o uso do óleo de CBD para o controle de dores musculares e ósseas de seus atletas.

Normalmente atletas da BIG3 são ex-jogadores da NBA. Portanto, são astros do passado como Chauncey Billups, Mike Biby, Nate Robinson, entre outros veteranos.

No início desse ano o CBD foi retirado da lista de substâncias proibidas da WADA (World Anti Dopping Agency, maior autoridade mundial no controle do dopping esportivo). Contudo, o CBD continua banido de todas as outras ligas por seus regulamentos e não pela regulamentação do órgão máximo.

No segundo ano de operações da liga BIG3, a medida é de caráter instantâneo e definitivo já para a competição desse ano. Vale lembrar que o THC continua banido da lista da WADA.

A BIG3 foi fundada pelo executivo Jeff Kwatinetz e o rapper + ativista cannábico, Ice Cube.

Quem aqui curte esportes, sabe quantos dias aquela pancada, ou aquele último pique podem custar para melhorar. Porque não permitir o alívio das dores e um tratamento mais efetivos a atletas profissionais?

Dr Banz nas quadras, campos e pistas! Acima de tudo, óleo de CBD para o tratamento de dores de maneira efetiva!

Banzai !!!

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz

Add to cart