Dr Banz - 4 dicas para evitar a MAROFA

4 dicas para evitar a MAROFA

Salve Banzers Marofentos!

E quem nunca teve problema em casa com aquele cheirinho gostoso de maconha que muita gente insiste em não gostar?

A famosa MAROFA é motivo de preocupação para quem fuma em casa (ou outros ambientes fechados) e acaba por incomodar os vizinhos que muitas vezes não são tão compreensivos.

Mas para evitar stress desnecessário que sempre acaba cortando a brisa e dificultando o convívio com a vizinhança careta, separamos 4 dicas para você evitar a marofa, incomodar o menos possível e curtir o ritual na paz, como deve(ria) sempre ser:

01. Use vapes!

Na possibilidade de usar um vaporizador, utilize. Vaporizadores permitem um consumo discreto e produzem pouco ou nenhum cheiro. Esses aparelhos aquecem a ganja e não produzem combustão, gerando de fato, uma “marofinha” menos intensa.

02. Incensos e Odorizadores!

Aqueles odorizadores de ambiente em spray (aqueles que ficam no banheiro quando o intestino trabalha sério demais) podem ser uma opção, mas muita gente não curte pelo perfume muito acentuado.

Os incensos já salvaram muita gente (essa sua risadinha de canto revela que você também já foi salva/salvo!) e tem um perfume muito mais suave que as latas de spray, além disso energizam, purificam e perfumam o ambiente!

03. Banzar no chuveiro!

Aquela sessão quase aquática no banheiro, ajudada pelo vapor do chuveiro (alguns ainda pingam uma gotinha de shampoo para perfumar) para muitos é a única chance de uma sessão sem interfonada do vizinho na sequência.

04. Pipoca (queimada) ?!?

Aqui a apelação é total. Queimar pipoca é basicamente trocar um futum pelo outro. Cheiro de pipoca queimada vai permanecer no ambiente por horas, às vezes por até um dia ou dois. Na sincera, entre marofa de banza e de pipoca queimada…..mil vezes a do banza!

Infelizmente ainda vivemos às margens da legalização e curtir suas escolhas livremente ainda pode causar muito desconforto quando se convive com outras pessoas de diferentes mentalidades.

O certo seria não precisar recorrer a nenhum desses artifícios simplesmente por fumar uma planta, mas essa é nossa realidade, estamos na luta para tentar mudar, mas enquanto isso precisamos compartilhar boas práticas com os brodas & sistas do banza!

Você tem alguma dica boa para evitar a marofa e curtir a sessão numa boa? Manda a braba nos comentários para seguirmos na corrente do bem e ajudar o próximo!

BANZ-ai!

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag

Fontes: 01 e 02

Dr Banz - Como fumar maconha sem incomodar os vizinhos

Como fumar maconha sem incomodar os vizinhos?

Salve Banzers!

Quarentena rolando (ou deveria estar rolando) e você estudando/trampando em casa com seu banza bolado e… fire?

Mas o que fazer para não incomodar os vizinhos, principalmente se você tem aquele que gosta de se intrometer na vida alheia?

Antes de mais nada, RESPEITO né galera?

Nem todo mundo é filho de Jah (ainda) e viver em comunidade exige alguns cuidados.

A brisa não deveria ser interrompida com um mala batendo na sua porta ou interfone tocando para reclamar do cheiro, né? Quem já passou por isso sabe da bad vibe que rola nessa hora…

Portanto vão aqui algumas medidas que sempre ajudam a amenizar o cheiro da ganja, para que todos fiquem bem, sem incomodar (ou incomodando o menos possível) os vizinhos que não curtem maconha.

1. O MÉTODO PARA NÃO INCOMODAR OS VIZINHOS

Se você não pode chamar a atenção de maneira alguma, precisa escolher bem a melhor forma de consumir sua ganja e nisso os comestíveis são nitidamente a melhor opção, mas algumas pessoas não gostam de usar esse método todos os dias.

O fato é que o jeito mais “pala” são os baseados.

Seja na hora de dichavar/desbelotar a ganja, na hora de bolar e principalmente na hora de fumar, o banza vem deixando aquela essência no ar que para nós é uma benção, mas para a vizinhança pode não ser.

Se não pode faltar um banza na sua vida (como não pode faltar na nossa também), a rotina é aquela, esperar ficar tarde ou aquele rolê (arriscado) na rua… afinal de contas o anjo da legalização não baixou por aqui ainda.

2. OS ACESSÓRIOS

Vaporizadores chegaram e podem ser uma boa alternativa para quem sofre com o nariz treinado do síndico. Uma variedade imensa de aparelhos (e preços também) existem no mercado, mas muita gente diz que “vape não é a mesma coisa”.

Mas depois de muitas tentativas, nossa conclusão final foi “não é a mesma coisa, mas é diferente”, precisa aprender a curtir a onda do vape.

3. OUTRAS FRAGRÂNCIAS

Vale incenso, vale florais, vale até cozinhar fritura enquanto fuma… mas a mescla de odores pode dar uma despistada nos cães farejadores do seu prédio, ou até mesmo conquista-los pelo esforço, já ouvimos um assim “pelo menos vc põe um incensinho!”

Mas e você, faz como para desbaratinar a marofa?
Toalha no rodapé da porta?
Liga o exaustor?
Se pendura na janela?
Ou legaliza na fé de Jah porque os cães ladram mas a caravana não pára?

Conta pra gente, o comentário mais curtido neste post em nosso instagram ganha um kit de adesivos Dr Banz e das marcas parceiras!

BANZai!

Good Vibes Collection
Good VIbes Collection – Compre já a sua e vamos normalizar através da moda!
Dr Banz - E a marofa?

E a marofa?

Salve Banzers!

Todo maconheiro tem no currículo aquela fita que deu errado por causa da MAROFA! Ou a casa caiu com os pais pelo cheiro da sua roupa, ou a casa caiu no trabalho quando você chega com aquele leve odor de uma sauna de maconha. Não importa, todo mundo já perdeu para marofa!

Mas olha que lance inovador está rolando na Florida/EUA.

Graças a Jah e ao ativismo local, a partir do dia 01 de julho de 2019, foi aprovada a legalização do cânhamo/hemp! Com altos índices de CBD para uso medicinal, o cânhamo também pode ser fumado. Mas possui cheiro muito semelhante a maconha/cannabis. Por essa simples semelhança, a polícia da Florida está proibida de revistar/prender qualquer pessoa pelo simples fato dela estar marofada, o que era muito comum anteriormente.

Shoulder Bag Hemp Dr Banz

O que a polícia disse sobre a marofa

Numa nota enviada à imprensa local, o comando da polícia estadual informou: “Cannabis e hemp parecem iguais, têm o mesmo odor e ambas podem ser fumadas. Atualmente não há uma maneira efetiva de fazermos essa distinção. Por isso os policiais das cidades do estado da Florida estão proibidos de revistar carros e seus ocupantes, baseados no odor dos mesmos. Para que tal procedimento seja executado, outros agravantes (como incapacidade de dirigir ou de articular um diálogo), precisam estar configurados”.

Ou seja, se antes havia aquela “maldade fardada” doida para te enquadrar pela marofa, agora não pode mais. Isso é liberdade de exercer o direito de escolha. Liberdade de ser quem você é, de ser fiel às suas crenças! Respeito.

Temos sérias dúvidas se as ditas “autoridades” do nosso governo entenderiam esses últimos parágrafos. É com muita preocupação que continuamos nos impressionando com os rumos da pauta cannábica no Brasil. Por aqui, a marofa é o menor dos nossos problemas. Infelizmente.

Multiplicar (a informação) para conquistar!

BANZai!

Fontes:1 e 2

X
Add to cart