Dr Banz - O Rosin

O Rosin

Salve Extraction Banzers!

É incrivelmente interessante aprender sobre formas de consumo de m4conha que sequer imaginávamos existir. Se tudo começou com um pouco de ganja (sei lá de qual procedência ou qualidade) enrolada num pedaço de papel de seda, hoje o cardápio é muito mais amplo e variado

A sessão com o tradicional banza sempre será a raiz do nosso lifestyle, mas curtimos conhecer e aprender sobre diferentes formas de extração de m4conha.

Hoje queremos falar sobre o ROSIN, que conquista cada vez mais apreciadores por ser uma extração menos complexa e que não utiliza solventes.

Talvez você já tenha experimentado ou lido algo a respeito, mas como aquilo foi produzido talvez possa ser mais simples do que você imagina! O ROSIN é o resultado da aplicação de CALOR + PRESSÃO numa quantidade de m4conha.

Para tentar ilustrar o processo de produção do ROSIN, imagine esse passo a passo:

1) Num saco feito de um tecido técnico especial, coloca-se uma quantidade de flores de m4conha;

2) Esse pacotinho é fechado e envolvido em papel vegetal (para que não haja desperdício e nada fique grudado);

3) Utiliza-se uma prensa térmica com duas placas de metal que prensam nosso pacotinho (tipo uma chapinha de cabelo) ;

4) Essa combinação de calor + pressão extrai um óleo de altíssima potência, que contém um concentrado de terpenos e canabinóides (como o THC e CBD), que proporcionam aroma e sabor à extração.

A m4conha utilizada no processo de produção do ROSIN pode ser feita a partir de flores, hashish e kief. Falaremos deles nos próximos posts, não perca!

Para cada uma das formas de m4conha utilizada, um produto final diferente:

  • Rosin feito a partir de flores de cann4bis produz o FLOWER ROSIN;
  • Rosin feito a partir de hashish ou kief é praticamente uma “extração de outra extração” já feita anteriormente e produz o HASH ROSIN;
  • Existe ainda uma outra técnica que utiliza flores recém-colhidas de plantas ainda vivas (com tricomas e terpenos frescos) e congeladas por ao menos 24h, o resultado é o LIVE ROSIN.

E esse, meus amigos e amigas, é um mundo totalmente diferente de tudo o que você já viu quando falamos de m4conha. Portanto, caso tenha oportunidade, use com responsabilidade, moderação e principalmente mente aberta para conhecer as diferenças e saborear o momento!

Nesse delicioso assunto, somos meros alunos de diversos mestres das extrações, mas podemos orgulhosamente dizer que aprendemos constantemente com manas & manos empreendedores incríveis como @girlsingreen710 , @overgrow.shop , @thedankduchess , @resin_ranch_extraction , dentre muitos outros perfis incríveis que compartilham o bem mais valioso de nosso tempo nesse plano, CONHECIMENTO.

Eco Shoulder Bag
Compre sua Eco Shoulder Bag

BANZ-ai!!!

Fontes: 01 e 02

Extrações da Cannabis

Extrações

Salve Banzers!
A extração da cannabis é um processo muito antigo, utilizado pelas pessoas para conseguir o máximo de cannabinóides, terpenos e flavonóides possíveis, já que são eles os responsáveis pelo sabor, pelo odor e pelo efeito final do concentrado. Como resultado, o produto final é muito mais potente que a cannabis normal e com mais compostos desejados presentes. Por exemplo, a cannabis em sua forma natural contém até 30% de THC e 24% de CBD, comparado com alguns concentrados que podem ter 99% de pureza!

Durante a extração, a resina é removida da planta. Cera, ácidos graxos e clorofila também são extraídos, pois seu consumo é maléfico e fazem os concentrados ficarem com um sabor desagradável. Existem dois métodos de extração de concentrados.

Extração sem solventes: como o próprio nome diz, nenhum solvente químico é utilizado no processo. Então, tudo o que você precisa é água, calor, pressão e uma peneira.
Extração com solventes: com a alta demanda por produtos cannábicos, a tecnologia para extração de concentrados se torna cada vez mais sofisticada e os produtores vão encontrando novas formas de extrair o melhor da cannabis!

Os concentrados de cannabis estão se tornando cada vez mais populares, vamos conhecer alguns dos métodos de extração mais famosos?

Óleo de Hash Butano (BHO)

A planta é imersa no solvente, o que faz com que os óleos desejados saiam da planta. Para eliminar o solvente residual, a solução é aquecida à vácuo (o butano evapora a baixas temperaturas). Então temos certeza que não há mais solvente e o extrato de cannabis é muito potente! Graças à utilização de hidrocarbonos, podemos atingir até 90% de cannabinóides nos extratos, isso faz com que o BHO seja uma opção popular para muitos pacientes que sofrem de dor crônica, distúrbios do sono e outras doenças.

Extrações-02-BHO


Kief

O Kief se refere àqueles cristais pequeninos, grudentos e translúcidos que cobrem a flor da cannabis, conhecidos como tricomas, que contém a maior quantidade de terpenos e cannabinóides. A extração do Kief é um processo simples, um dichavador com 3 câmaras faz todo o trabalho de separar o kief da planta.

Extrações-03-Kief


Water Hash (Iceolator)

O objetivo e ideia principal por trás da extração com água gelada é isolar a parte superior dos tricomas (que contém óleos essenciais da cannabis), dos galhos e caules da planta, pois não possuem nenhum valor medicinal. Quando separados, as “cabeças dos tricomas” grudam umas nas outras e depois de secos, são prensados para formar o hash!

Extrações-04-Iceolator


Óleo Co2

Os extratos são feitos com dióxido de carbono, que é comprimido até formar um fluido supercrítico. Esse fluido extrai principalmente os óleos essenciais da cannabis, de uma maneira semelhante ao que os hidrocarbonos. Esse método é único pois conta com as características do fluido supercrítico que possui propriedades líquidas e gasosas, permitindo assim dissolver a planta completamente. Comparado ao BHO, esse método é de mais fácil controle e os extratos ficam com mais terpenos (até 10%, no BHO vai de 0,5% à 3,5%).

Extrações-05-CO2


Óleo Rick Simpson (RSO)

A extração por esse método exige que você mergulhe toda a planta numa solução de álcool isopropílico, que extrai os cannabinóides. Após a evaporação dos solventes, o residual é algo semelhante a um alcatrão. Pessoas podem usar o RSO oralmente ou diretamente na pele. Administração sublingual é o método preferido dos pacientes com câncer, não apenas pela comodidade, mas porque através da mucosa oral e das membranas da boca, promove uma rápida absorção diretamente na circulação do paciente, tudo isso devido a biodisponibilidade dos cannabinóides.

Extrações-06-RSO


Haxixe

O hash tradicional (ou haxixe, hasish) é mais um exemplo de extrato adquirido sem utilização de solventes. Novamente a ideia é separar os tricomas da planta já que eles contém a maior concentração de ativos desejados.

Extrações-07-Haxixe


Tinturas

Tinturas são líquidos concentrados feitos de uma extração com álcool. Ele extrai os cannabinóides e os terpenos e não requer utilização de calor. Outra vantagem das tinturas é que podem receber aromas ou sabores. Portanto, tornam-se uma ótima solução para os que não apreciam o sabor da cannabis. Podem ainda ser ingeridas como gotas sublinguais ou como loções em determinadas áreas do corpo.

Extrações-08-Tinturas


Rosin

O Rosin se tornou popular recentemente, pois tudo que você precisa para esse tipo de extração é calor e pressão. Juntos eles extraem um suco da flor, do hash ou do kief. O extrato é suculento e translúcido. Se feito apropriadamente, ele mantém todos os terpenos aromáticos e sua potência pode subir até 70% de THC.

Extrações-09-Rosin


E ai, vamos experimentar todos os tipos de extratos?

Banzai!

Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz
Shoulder Bag de Cânhamo do Dr. Banz
X
Add to cart